Pastor pede que cristãos “tomem de volta o arco-íris” do movimento gay

0
417

Ken Ham lembra que este é um símbolo da aliança de Deus com o seu povo

O pastor Ken Ham é um dos fundadores do ministério criacionista Answers in Genesis [Respostas em Gênesis]. Ele faz parte do grupo que idealizou a construção de uma réplica da Arca de Noé no Kentucky, que funciona ao mesmo tempo como um museu e um parque temático.

Agora, Ham está pedindo que os cristãos “retomem o arco-íris” do movimento LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros). O pastor gosta de lembrar as pessoas que o arco é um símbolo bíblico da aliança divina de Deus com o seu povo. Foi visto pela primeira vez após o Dilúvio.

“Nos últimos tempos, o arco-íris (embora com algumas cores mudadas) passou a representar algo muito diferente. Para muitas pessoas isso significa liberdade, amor, orgulho, uma nova era, e, especificamente, o movimento LGBT”, sublinhou Ham. “Mas o arco-íris não foi projetado para ser um símbolo de liberdade, amor, orgulho ou do movimento LGBT. Deus criou este belo fenômeno natural e o designou como um sinal de Sua aliança com Noé e sua descendência”.

Para o presidente do Respostas em Gênesis, é preocupante que hoje em dia as pessoas ignorem o verdadeiro simbolismo do arco-íris e muitos o usam para desafiar a Deus e seu projeto original para o casamento. O pastor diz que conhece, inclusive muitos cristãos que preferem não mais usar o arco-íris com medo de serem confundidos com simpatizantes da agenda gay.

Seu desejo é ver a igreja “resgatar” esse como um símbolo cristão. “Pois continuará sendo assim após o fim do movimento LGBT”, pois ele será visto no céu, segundo Apocalipse 4:3.

Arca de Noé iluminada pelo Arco-íris

Após o posicionamento público de Ken Ham, grupos LGBT do Kentucky protestaram. Chris Hartman, diretor do Kentucky Fairness provocou, dizendo que a iluminação de Natal escolhida pelo parque para a réplica da Arca de Noé a torna “incrivelmente gay.” Ele também disse que o arco-íris simboliza a unidade e inclusão, valores que, para ele, o ministério de Ham não incorpora. Com informações Rawstory

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here