Edificação – 03 Funções que não podem passar despercebidas pelo líder de célula

0
165

A edificação é a segunda fase do ciclo de vida da célula, ela se dá inicio após a fase de comunhão (se você ainda leu sobre comunhão, sugerimos que leia “Comunhão – 4 itens que você não pode esquecer sobre esta fase“)
A fase de Edificação igualmente a de comunhão tem aproximadamente 8 semanas ou 2 meses de duração.
É uma fase muito importante e não pode em hipótese alguma ser esquecida ou ser irrelevante na vida do líder de célula.

Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.
Efésios 4:16

Agora que o corpo já foi bem ajustado e ligado pelo auxílio de todas as juntas, chegou a hora de edificar em amor.

A palavra edificação tem muitos significados, porém dois desses significados me chamaram muita atenção, são eles: o significado de construir uma obra, individual ou coletiva, de grande importância ou alento, e também o significado de instruir, esclarecer, informar.

Esses dois significados cabem como uma luva na fase de edificação da célula, pois esse é o momento de construir uma obra coletiva de total importância, que é a própria célula.

É o momento de instruir, esclarecer, informar os membros, ativá-los em suas funções e princípios bíblicos de dízimo e vida com Deus.

Você como líder, deve reforçar na fase de edificação, sobre esses princípios, pois com esses princípios, seus membros serão crentes saudáveis.

Na célula existem 4 funções de extrema importância para o bom desempenho e funcionamento em todas as fases, essas funções são: líder, líder em treinamento, anfitrião e anjo da guarda.

Chegou a hora de ativar essas funções em seus membros, a hora de esclarecer a cada um os objetivos de suas funções e suas responsabilidades. Vamos ver um pouco sobre as responsabilidades de cada função:

A função do Líder em Treinamento

edificação

O líder em treinamento é o braço direito do líder, todos os aspectos de caráter de Cristo na vida do líder devem ser aplicados na vida do líder em treinamento.

O líder em treinamento precisa ter alguns pré-requisitos para atuar com excelência na liderança, vamos ver alguns:

• Ser batizado nas águas e no Espirito Santo;
• Ter um devocional diário de vida com Deus;
• Ser um dizimista fiel;
• Ter um coração ensinável;
• Estar matriculado nos cursos da igreja;
• Desejar ser um líder e estar aliançado com o líder;
• Ter hábito constante de jejum e oração;

Como líder da célula, você poderá notar que alguns desses aspectos, o seu líder em treinamento não aplica ainda. Não se desespere! Chegou a hora de gerar isso nele.

Converse com seu líder em treinamento sobre esses aspectos, deixe bem claro a ele cada um deles. É importante que ele consiga enxergar esses aspectos em você líder.

Se esses aspectos não existirem em você como líder, então você terá sérios problemas em sua célula.

A função do anjo da guarda

laying-on-of-hands-religious-stock-image-02

O anjo da guarda é responsável por inserir, conectar e apresentar o novo convertido ao corpo da igreja, esse processo é chamado de consolidação.

Se a consolidação for bem feita, o novo convertido será com certeza um vencedor no reino de Deus.

Quando uma nova pessoa chega em nossas células, ela precisa de cuidados tanto quanto uma criança precisa de cuidado dos pais. Esse tipo de cuidado não pode faltar ao novo convertido, para que ele tenha um crescimento espiritual saudável.

Essa tarefa é muito importante, e anjo da guarda precisa ter clareza total de sua função e suas responsabilidades.

Em sua célula não é limitado o número de anjos da guarda, o ideal seria que todos nesta fase estivessem aptos a desenvolverem esta função no corpo da célula, mas é muito importante que o líder tenha sensibilidade a voz do espirito santo no momento em que for escolher os seus anjos da guarda.

O anjo da guarda tem algumas tarefas que são essenciais para poder exercer com excelência o seu papel.

Vamos conferir alguns deles:
• Orar e jejuar pelos novos convertidos.
• Ter um devocional diário.
• Ler e meditar na palavra de Deus diariamente.
• Manter contato com o novo convertido, se possível diariamente.
• Ter passado pelo Encontro com Deus, Retiro ou Evento de mesmo caráter.
• Conhecer na prática o que vai ensinar.
• Ser batizado nas águas e no Espirito Santo.
• Ser transparente.
• Ter um coração ensinável.
• Ser um dizimista fiel.
• Estar matriculado e participando dos cursos da igreja.

Da mesma meneira que você deve gerar esses aspectos em seu líder em treinamento, seu anjo da guarda também precisará ter esses aspectos vivos na caminhada com a célula. A fase de edificação é a fase ideal para ativar todas as funções na célula.

A função do anfitrião?

edificação

O anfitrião da célula é aquele que recebe os irmãos em sua casa com amor e disposição, cooperando assim de forma positiva para o bom funcionamento da célula.

O anfitrião pode receber uma célula em sua casa por um tempo determinado (ex: 6 meses), ou por tempo indeterminado, independente do tempo, o que se espera do anfitrião é que ele seja hospitaleiro e receba os irmãos de coração aberto.

O anfitrião pode receber mais de uma célula em dias diferentes, ou pode ter simultaneamente uma célula de adultos e crianças em sua casa.

O ideal é que as células existam ondem os dois cônjuges são crentes, porém se um dos cônjuges não for convertido e estiver de acordo com a realização das células em sua casa, é perfeitamente possível que a célula aconteça de maneira sobrenatural e venha a gerar grandes frutos naquele local.

O anfitrião deve desenvolver dois papeis fundamentais: receber bem os irmãos em sua casa e estar envolvido na vida que flui no grupo.

É inadmissível um anfitrião apático: que abre a casa para a realização da célula, mas não participa da célula, ou não permite o uso de seus eletrodomésticos, móveis ou qualquer outro pertence dentro da casa.

Existem até mesmo anfitriões que permitem apenas o uso de um cômodo em sua casa (ex: apenas o quarto, ou apenas a sala de estar), esse tipo de atitude é totalmente repreensível.

Se a pessoa entrar em sua célula e não se sentir em casa, as chances dela nunca mais voltar serão muito altas, mas se por outro lado ela se sentir extremamente confortável, as chances dela sempre desejar voltar também são muito altas.

É importante deixar bem claro ao anfitrião que poderão existir situações desconfortáveis em ambiente de célula, tais como a danificação de algum objeto ou eletrodoméstico, derramamento de algum liquido no sofá ou no chão da casa ou até mesmo o caso de vômito durante a reunião de célula.

Deixe bem claro a ele que toda a responsabilidade de qualquer eventual prejuízo em sua casa fica a caráter do líder.

Em caso de ressarcimento de qualquer pertence do anfitrião, é aconselhado que esse valor seja debitado das ofertas da célula ou dependendo do valor, verifique com o seu discipulador ou pastor de onde será debitado esse valor.

Também deixe bem claro ao anfitrião que qualquer reclamação com relação ao uso da casa ou dos pertences dele deve ser reportada somente ao líder de célula, e em particular, para que possam ser tomadas as devidas providencias sem que isso atrapalhe o fluir da célula.

O anfitrião precisa saber que, o ambiente deve contribuir para o bom funcionamento da célula, não deve haver televisões ligadas no ambiente antes de iniciar a célula, o ideal é que a casa esteja preparada para a célula uma hora antes de iniciar, nesse período não pode haver interferências de rádio ou televisão.

O ideal é ter louvores tocando enquanto a célula não se inicia.

Fica sob responsabilidade do anfitrião cooperar para que todo o ambiente seja propicio para o bom funcionamento da célula.

Ativando a célula como um todo

edificação

Agora que já falamos sobre as funções dos membros dentro da célula, precisamos nos atentar também na célula como um todo.

É necessário que todos estejam ativados como sacerdócio real, estejam todos alinhados nos princípios bíblicos.

Na fase de edificação, é o momento ideal para reforçar a todos sobre dízimo, sobre os cursos da igreja e todos os direcionamentos dados por Deus para o Cristão.

Nessa fase, você como líder irá encontrar algumas dificuldades ligadas ao relacionamento de um membro com o outro.

Não se preocupe, pois isso é perfeitamente esperado, alias sem esses problemas, não será possível haver edificação no corpo da célula.

Pode parecer confuso, mas na fase de comunhão, o alvo é que os membros venham se sentir mais íntimos uns com os outros, venham se sentir em casa, em um ambiente confiável.

Porém quando você já tem confiança nas pessoas e no ambiente, você passa a se sentir mais livre para se expressar, e com isso, você espera ser compreendido por todos.

Porém isso não acontecerá como você espera. Quando os relacionamentos passam do nível de conhecimento para o nível de envolvimento, as diferenças tornam-se evidentes e os conflitos tornam-se inevitáveis.

Isso tudo é para edificação do corpo. O líder nesse momento deve desenvolver o seu lado “administrador de conflitos” e lidar em amor com todas dificuldades que os membros adquirem nesse momento.

Dependa da graça do Senhor, peça por sabedoria neste momento, ame, seja um pai para seus filhos na fé, e mantenha o foco em edificar seus membros em amor.

Se você já tiver um plano de ação para sua célula em suas mãos, atente-se a este momento quando for planejar os momentos da célula.

Os momentos da célula na fase de Edificação

Quando falamos de momentos, nos referimos as atividades como: quebra-gelos e dinâmicas, momento de ofertas, momento de louvor, momento de palavra/compartilhamento e momento de comunhão/ lanche da célula.

É muito importante ter todos esses momentos planejados em todas as células na fase de comuhão, se você tiver dificuldades em ter um bom plano de ação para sua célula “Plano de Ação – 4 Fases da célula que todo líder deveria saber“.

Na fase de edificação de sua célula, todos os momentos precisam ser direcionados a isso para que seja reforçado o princípio de edificação no coração de cada um de seus filhos.

Estou pronto para a próxima fase?

Antes de passar para a próxima fase eu preciso te fazer algumas perguntas antes:

1. Os membros do corpo foram ativados?
2. Todos tem clareza em relação as suas funções e responsabilidades na célula?
3. Todos estão alinhados ao padrão do dízimo e vida de Deus?
4. Você como líder de célula tem conseguido administrar os conflitos dentro da célula?
4. Todos estão prontos e ansiosos para ganhar vidas para Jesus?

Se você já respondeu de forma positiva a essas questões, eu tenho absoluta certeza que a próxima fase da sua célula será realmente muito edificante na vida de todos, mas se não, te aconselho a planejar os passos da sua célula com esse material que “Plano de Ação – 4 Fases da célula que todo líder deveria saber”

Confira nosso vídeo sobre a fase de edificação da célula:

Muito obrigado e até a próxima 😀

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here