Alicerces da Adoração: Caminho da Adoração

 

Há alguns anos atrás tive uma experiência muito especial com Deus ao chegar na minha igreja num domingo pela manhã. É impressionante como Deus fala comigo quando estou reunida com meus irmãos para adorá-lo. E naquele domingo logo que me assentei Deus começou a me falar a respeito do “caminho da adoração”. Me lembro que  naquele dia eu tinha apenas um pequeno pedaço de papel na bolsa, e imediatamente comecei a traçar algumas anotações a respeito do tema que vamos iniciar hoje. Deus nos fala de diversas maneiras, através de Sua palavra, através dos nossos irmãos, circunstâncias e etc… Mas confesso que ouvir diretamente Dele dentro do coração é algo incomparável para mim. E foi desta maneira que naquele dia Ele despertou em mim algo que se tornou uma grande inspiração e direcionamento para que eu aprendesse um pouco mais de como adorá-lo e também pudesse compartilhar com outros a respeito desse assunto.

Portanto gostaria de convidá-lo (a) a percorremos juntos este caminho confiados em Deus que traz luz e  vida à Sua palavra.

Caminho da adoração

 O ponto de partida da adoração é o próprio Deus, aquele que se revela a nós e nos atrai para um relacionamento mais profundo com Ele. 

O centro de toda a adoração é o próprio Deus. Adoração é algo gerado por Ele mesmo em nós. Não existe adoração verdadeira sem o conhecimento de Deus. O ponto de partida da nossa adoração à Deus é o conhecimento Dele e é através Dele que podemos oferecer uma adoração pura, genuína, em Espírito e em verdade.

Creio que a nossa jornada com Deus é eterna, e penso neste caminho de relacionamento com Deus e adoração como algo cíclico e interminável. Tudo se inicia Nele, acontece através Dele e é para Ele.

Rm 11.36 Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a Ele para que lhe venha a ser restituído? Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois , a glória eternamente. Amém!

  1. Revelação – relacionamento, comunhão.
  2. Contrição – reconhecer quem Deus é.
  3. Rendição – envolve nossa entrega.
  4. Purificação – vem através do arrependimento.
  5. Enchimento – nos aproximamos de Deus.

 

 

Caminho da Adoração

 

Revelação

O conhecimento de Deus vem através de um relacionamento com Ele. É algo dinâmico, surpreendente, e como é tremendo saber que se o buscarmos e o procurarmos iremos encontrá-lo (Jr 29.13), pois, Deus decidiu  revelar-se  a nós, e Ele o faz de diversas maneiras, tais como:

  • Através do FilhoJo 1.18

      Ninguém jamais viu a Deus, mas o Deus  Unigênito, que está junto do Pai, o torna conhecido.

  • De Sua própria manifestaçãoRm 1.19

      pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou.

  • Através das escrituras – Ele é a palavra, e tudo o que a palavra diz a seu respeito é verdadeiro.

  • Através do Espírito Santo1Co 2.10-12

      Mas Deus o revelou a nós por meio do Espírito. O Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus. Pois, quem conhece os pensamentos do homem, a não ser o espírito do homem que nele está? Da mesma forma, ninguém conhece os pensamentos de Deus, a não ser o Espírito de Deus. Nós, porém não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito procedente de Deus, para que entendamos as coisas que nos tem dado gratuitamente.

  • Através da criação – Rm 1.20

      Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus , e seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas de forma que tais homens são indesculpáveis.;

 Sl 19.1  Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra de suas mãos.

Quem é Deus?

Rm 11.33  Ó profundidade da riqueza da sabedoria e do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos e inescrutáveis os seus caminhos!

 Se jamais poderemos conhecer plenamente a Deus, não nos faltarão coisas para aprender sobre Deus, e assim nunca nos cansaremos de nos deleitar com a descoberta de mais e mais da excelência, da sua grandeza e das suas obras. (Wayne Grudem, Teologia Sistemática)

Atributos que descrevem a natureza de Deus

  • Onisciente – Deus é sábio, ele conhece plenamente a si mesmo e todas as coisas reais e possíveis num ato simples e eterno.

Sl 139.4-6 “Antes mesmo que a palavra me chegue à língua, tu já a conheces inteiramente, Senhor. Tu me cercas, por trás e pela frente, e pões a tua mão sobre mim. Tal conhecimento é maravilhoso demais e está é além do meu alcance; é tão elevado que não o posso atingir.”

  • Onipresente – “Deus está em toda a parte, ele não tem tamanho nem dimensões espaciais e está presente em cada ponto do espaço com todo o seu ser; ele, porém, age de modos diversos em lugares diferentes.

Sl 139. 7-12 “Para onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença? Se eu subir aos céus, lá estás; se eu fizer a minha cama na sepultura, também lá estás. Se eu subir com as asas da alvorada e morar na extremidade do mar, mesmo ali a tua mão direita me guiará e me susterá. Mesmo que eu diga que as trevas me encobrirão, e que a luz se tornará noite ao meu redor, verei que nem as trevas são escuras para ti. A noite brilhará como o dia, pois para ti as trevas são luz.”

  • Onipotente – Deus é todo poderoso, e ele pode fazer tudo o que for da Sua  própria vontade, Nele tudo subsiste.

Mt 19.26Jesus olhou para eles e respondeu: “Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis.

Cl 1.17 “Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste.”

Jó 9.4 “Sua sabedoria é profunda, seu poder é imenso. Quem tentou resistir-lhe e saiu ileso?”

Jr 32.27 “Eu sou o Senhor, o Deus de toda a humanidade. Há alguma coisa difícil demais para mim?

  • Imutável – Deus é absoluta e eternamente imutável no seu ser, nas suas perfeições, nos seus propósitos e nas suas promessas.

Tg 1.17 “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, que não muda como sombras inconstantes.”

  • Eterno – Deus não tem princípio e nem fim ,Ele sempre é ou existe.

Sl 90.2 “Antes de nascerem os montes e de criares a terra e o mundo, de eternidade a eternidade tu és Deus.”

Ap 1.8 “Eu sou o Alfa e o Ômega”, diz o Senhor Deus, “o que é, o que era e o que há de vir, o Todo-poderoso”.

Atributos do caráter de Deus

  • Bondoso MT 19.16,17 “eis que alguém se aproximou de Jesus e lhe perguntou: “Mestre, que farei de bom para ter a vida eterna?” Respondeu-lhe Jesus: “Porque você me pergunta sobre o que é bom?” Há somente um que é bom. Se você quer entrar na vida, obedeça aos mandamentos.”

Sl  31.19 “Oh! Quão grande é a tua bondade, que guardaste para os que te temem, a qual operou para aqueles que em ti confiam na presença dos filhos dos homens!”

  • Santo1Sm 2.2 “Não há ninguém santo como o Senhor; não há outro além de ti; não há rocha alguma como o nosso Deus;”

Ap 4.8 “Cada um deles tinha seis asas e era cheio de olhos, tanto ao redor como por baixo das asas”. Dia e noite repetem sem cessar: “Santo, santo, santo é o Senhor, o Deus todo-poderoso, que era que é e que há de vir”.

  • Reto e justoAp 16.5 “Então ouvi o anjo que tem autoridade sobre as águas dizer: “Tu és justo, tu, o Santo, que és e que era; porque julgaste estas coisas.”

2Tm 4.8 “Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam sua vinda.”

Sl 25.8 “Bom e reto é o Senhor; por isso mostra o caminho aos pecadores. Conduz os humildes na justiça e lhes ensina o seu caminho.”

  • Amoroso e misericordioso 1Jo 4.8 “Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor”.

Tt 3.4-5 “Mas quando, da parte de Deus, nosso Salvador, se manifestaram a bondade e o amor pelos homens, não por causa de atos de justiça por nós praticados, mas devido à sua misericórdia, ele nos salvou pelo lavar regenerador do Espírito Santo,”

Sl 111.4 “Ele fez proclamar as suas maravilhas; o Senhor é misericordioso e compassivo”.

  • Fiel e verdadeiro – Hb 10.23 “Apeguemo-nos com firmeza à esperança que professamos, pois aquele que prometeu é fiel.”

Jo 17.3 “Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.”

  • Generoso – Rm 6.23 “Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.”

Tg 4.6 “Mas ele nos concede graça maior”. Por isso diz a Escritura: “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes.”

Jo 3.16 “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Conclusão: Este conhecimento imensurável, porém acessível, se torna pra nós um desafio tremendo e uma certeza de que podemos prosseguir no conhecimento o Senhor e este deve ser o alvo de todo o cristão adorador.

Os 6:3 “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.”

O post Alicerces da Adoração: Caminho da Adoração apareceu primeiro em Adorando – Louvor, Adoração e Música.

This site is using SEO Baclinks plugin created by Locco.Ro

Instituto Gamaliel

O ITG - Instituto Teológico Gamaliel, atualmente na condição de Maior Portal de Teologia do Brasil, atua na formação teológica de homens e mulheres das mais diferentes denominações eclesiásticas, fornecendo-lhes cursos de teologia nos níveis. Entre em contato agora mesmo (81) 3729-2979 ou via WhatsApp (81) 98595-7336 www.institutogamaliel.com www.institutogamaliel.com.br www.institutogamaliel.org www.pastoreseteologos.com www.institutodepsicanalise.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *